Sepror realiza primeira reunião do Conselho Estadual de Agroecologia

Criada no último mês de outubro, entidade é a instância de gestão da Política Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica no estado

A Secretaria de Estado da Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror) realizou, nesta terça-feira (3/12), a primeira reunião do Conselho Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica do Estado do Amazonas (Ceapo/AM). O Conselho é formado paritariamente por instituições governamentais e da sociedade civil, sendo ele a instância de gestão da Política Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica do Amazonas, conforme preconiza a Lei Estadual nº 4.581, de 11 de abril de 2018.

Nesta primeira reunião foi apresentado o histórico de criação do Conselho, além de formada uma comissão para elaboração da minuta de regimento interno do mesmo, a ser discutido e aprovado nas próximas reuniões. Além disso, essa reunião também serviu para os conselheiros se conhecerem.

Representando a Sepror, o chefe de Departamento da Secretaria Executiva Adjunta de Política Agrícola, Pecuária e Florestal, Eduardo Rizzo, explicou ao público presente a importância do Conselho. “O decreto de criação do Conselho foi assinado pelo governador em outubro, conforme o Decreto Estadual nº 41.377/2019. Compete ao Ceapo, entre outros, propor ao Poder Executivo Estadual as diretrizes, objetivos, instrumentos e as prioridades de planejamento da agroecologia e produção orgânica no Amazonas”, explicou.

Para a elaboração da minuta do regimento interno foi formada uma comissão composta pela Sepror, Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Fundação Amazonas Sustentável (FAS) e Conselho Nacional de Extrativistas (CNS). Após a elaboração, o documento será debatido e aprovado em plenário pelo Conselho.

Após aprovado o regimento interno, será colocada em pauta a elaboração do Plano Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica, sendo este o principal instrumento da política agroecológica do Amazonas. O Conselho será responsável por elaborar e apresentar a proposta do referido Plano.

Participando como um dos conselheiros do Ceapo, o coordenador de relações institucionais da FAS, Carlos Alberto Bueno, destacou que o Conselho é de suma importância para que haja debates que possam valorizar o extrativismo orgânico. “É um tipo de produção que vem crescendo cada vez mais na nossa região. Temos pesquisas sobre nossos produtos, com total capacidade de mercado. Estamos muito animados e teremos bons resultados na legislação, produção e comercialização, para valorizar nossos agricultores”, disse.

Ceapo/AM
 O governador do Estado, Wilson Lima, assinou o decreto que criou o Conselho Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica do Amazonas, durante a abertura da 41ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), no dia 3 de outubro. O Conselho é composto por 12 entidades da sociedade civil organizada e 12 instituições governamentais.

Entre as atribuições do Ceapo/AM está garantir a participação da sociedade civil e das organizações governamentais, em condições de equilíbrio, no acompanhamento da Política Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica; propor ao Poder Executivo Estadual as diretrizes, objetivos, os instrumentos e as prioridades do Plano Estadual de Agroecologia e Produção Orgânica, bem como acompanhar e monitorar os programas e as ações integrantes do Conselho, propondo alterações para aprimorar a realização de seus objetivos.


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *