Mais Médicos pode bloquear recursos federais de Municípios e DSEI’s do AM

Quarenta e seis municípios amazonenses correm risco, neste início de 2019, de perder repasses de recursos federais da saúde pelo não preenchimento de vagas para médicos no interior do Amazonas, do Programa Mais Médicos (PMM) nas equipes vinculadas no Sistema Nacional de Estabelecimento de Saúde – SCNES que atuam nos territórios destas localidades. O montante do bloqueio pode chegar a mais de R$800 mil por mês.

O déficit de 102 vagas em baerto no estado deve intensificar as dificuldades da população dos municípios de difícil acesso como: Envira, Eirunepé, Apuí, Santo Antônio do Iça e Novo Aripuanã em ter acesso a este perfil de serviços de saúde. Os dados preocupantes estão relatados em um documento. Quem faz o alerta é Januário Carneiro da Cunha Neto, presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas – COSEMS-AM.

Januário encaminhou ofício de n˚ 004/2019 a Mauro Guimarães Junqueira, presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde Municipais CONASEMS, diagnosticando o impacto que as vagas em aberto do PMM provoca no interior do Amazonas, solicitando dessa forma, encaminhamento de providências a Secretaria de Atenção à Saúde, bem como a prorrogação dos prazos no SCNES.

“Cerca de 217 equipes de saúde da família alocadas em 46 municípios e 7 DSEI’s do Amazonas podem ficar sem recursos financeiros do Ministério da Saúde pela ausência dos médicos nas equipes, resultando em prejuízos nos indicadores da pactuação interfederativa 2018 e incentivos financeiros no montante de R$ 868.000,00 reais mensal”, alertou Januário.

Neto destacou no ofício que a data de terça (08/01) foi o limite para o envio da remessa do Sistema Nacional de Estabelecimento de Saúde – SCNES, e todas as equipes sem médicos podem ser bloqueadas e não receber seus recursos financeiros no mês de fevereiro, caso não aconteça a prorrogação do prazo.

No expediente ao CONASEMS o representante do Amazonas solicitou da Secretaria de Atenção à Saúde a prorrogação dos prazos no Sistema Nacional de Estabelecimento de Saúde – SCNES da competência de dezembro/2018 para Fevereiro de 2019, já com a reposição dos médicos do Programa Mais Médicos que foram desligados e/ou saíram (cubanos e intercambistas), até que seja deliberado sua substituição e/ou preenchimento conforme o cronograma de reposição do próprio Ministério da Saúde.

 

 

 

 

 

 

 

 

Da Redação: Portal do Norte

Fotos. agenciabrasil.ebc.com.br  – bncamazonas.com.br

 

 

 

 

 


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *