Municípios do interior utilizam biometria na formação de condutores

Com a finalidade de assegurar ações de controle e agilizar processos, os Centros de Formação de Condutores (CFCs) dos municípios de Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara e Rio Preto da Eva já utilizam a frequência biométrica nas atividades necessárias para a emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
Com a informatização, os municípios terão maior controle da frequência de cursos práticos e teóricos da formação de condutores, explica o diretor-presidente da empresa Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam), João Guilherme de Moraes Silva.
“Antes da implantação da biometria, o controle nos centros de formação era realizado manualmente. A partir de agora, a frequência, as faltas e os atrasos dos alunos e dos instrutores serão registrados por meio da biometria, garantindo mais eficiência e evitando possíveis fraudes”, explicou.
Além da implantação da biometria, esses centros de formação de condutores estarão integrados com os sistemas do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM). Para o diretor do Detran, Rodrigo de Sá, a informatização irá descentralizar os serviços do órgão.
“Aquilo que demorava duas semanas num controle manual, com lista de presença, agora vai demorar apenas três dias. Ou seja, o processo de formação e de obtenção da CNH será abreviado. Ao final de todo o processo, passando na prova teórica de legislação e nas provas práticas, o usuário receberá também a CNH na própria autoescola desses municípios”, afirmou Rodrigo de Sá.
Treinamento 
Para habilitar os CFCs no uso dos sistemas de trânsito, a Prodam realizou treinamento com os representantes dos municípios de Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara e Rio Preto da Eva. O treinamento aconteceu no dia 5 de fevereiro, na sede do órgão de economia mista, e foi ministrado conforme a Portaria 4.095/2018, a qual estabelece as diretrizes para o processo de primeira habilitação, adição, mudança de categoria e entrega de CNH pelos centros de formação.
Cooperação técnica
Para legalizar o uso da biometria e a integração tecnológica, o Detran-Am e os centros de formação de condutores assinaram, no último dia 28/03, termos de cooperação técnica, para que os CFCs desses municípios passem a utilizar a frequência biométrica nas aulas teóricas e práticas.
Além disso, quase todo o processo para emissão da CNH será feito pelos centros de formação, tendo em vista que agora possuem autonomia para o cadastro de dados pessoais na base do Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach), conforme regulamenta a Portaria 4.095/2018. O usuário terá que se deslocar ao Detran-AM apenas para o cadastro biométrico e a captura de imagens destinada ao banco de dados da autarquia.
Sobre a Prodam
A Processamento de Dados Amazonas S.A (Prodam) é uma sociedade de economia mista, cujo maior acionista é o Governo do Amazonas. Seus técnicos desenvolvem soluções que impactam o dia a dia do amazonense como os sistemas de educação pública e trânsito. Além disso, a Prodam desenvolve soluções com o objetivo de melhorar a gestão governamental como os sistemas de patrimônio, almoxarifado e protocolo eletrônico.
Fonte: Ascom – Prodam
Foto: Divulgação – Prodam

Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *