Homem é picado por cobra Jararaca, em Presidente Figueiredo

Em Presidente Figueiredo (a 133 km de Manaus), um homem chamado Rodrigo de Souza foi picado por uma cobra Jararaca, na Vila de Balbina, nesta quinta-feira (31), enquanto retornava para sua casa. Segundo Elizia Viana, esposa da vítima, o casal estava colhendo manga e quando passou pela rua Parintins ele foi picado pelo animal.

Rodrigo recebeu os primeiros atendimentos no hospital Balbina e em seguida encaminhado ao hospital Heraldo Falcão, em Presidente Figueiredo. Segundo Elizia, o quadro de Rodrigo é estável e está sob medicação, ainda sem previsão de alta.

Outros casos
Um dia antes de Rodrigo de Souza sofrer a picada de jararaca em Presidente Figueiredo, o professor de matemática Antônio Claudino Lopes da Silva, de 32 anos, morreu após sofrer uma picada de cobra surucucu, em Japurá (a 744 quilômetros de Manaus), em uma área de mata fechada.

Segundo o levantamento da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), até agosto de 2018 foram registrados 1.348 acidentes por serpentes no Amazonas contra 1.576 casos no mesmo período de 2019, o que representa uma aumento de 17% no número de casos. O número de mortes por picadas de cobras aumentou de seis, ano passado, para oito até agosto de 2019.

Nas redes sociais os internautas denunciaram o baixo estoque de soro antiofídico nos hospitais do interior.  A FVS-AM confirmou que já distribuiu todo estoque de soros para o município este ano. Uma servidora da Prefeitura de Japurá afirmou que Antônio Claudino tomou todos os dez soros disponíveis até ser encaminhado a outro hospital, em Maraã.

“Na última quarta-feira, 30,  às 16h, ele foi encaminhado para Tefé já em estado grave e se queixando de muita dor. Mas para o encaminhamento acontecer, a família dele teve que fazer cota para comprar gasolina”, relatou.

Por Redação / pautaportal@gmail.com

 


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *