You are currently viewing Polícia Federal destrói balsas de garimpeiros ilegais no Rio Madeira

Polícia Federal destrói balsas de garimpeiros ilegais no Rio Madeira

No sábado (27), cerca de 20 dragas de garimpo foram inutilizadas por agentes policiais.

A Polícia Federal realizou na tarde sábado, 27/11, uma megaoperação de combate ao garimpo ilegal no leito do Rio Madeira, região da comunidade Rosarinho, no município de Autazes, interior do Amazonas, distante 120 quilômetros de distância da capital, Manaus.

A ação contou com a presença do aparato policial como lanchas e helicópteros, além de agentes do Ibama, da Força Nacional e da Marinha, que atuaram na desmobilização dos garimpeiros que dispersaram pelo rio em direção a cidade de Porto Velho (RO).

Aproximadamente trinta e uma balsas de garimpo foram incendiadas pelos policiais. Navegando armados em duas lanchas os agentes lançaram combustível nas estruturas que foram abandonadas às pressas.Um homem foi detido com uma grande quantidade de ouro. A operação continua neste domingo (28).

Eldorado

Atraídos por um áudio que viralizou no WhatsApp (“lá embaixo estão fazendo uma grama de ouro por hora. Mas é certo mesmo, não é mentira”) dos garimpeiros, eles subiram o Rio Madeira vindo de Humaitá e Porto Velho.

No dia 23 de novembro, um comboio de mais de 300 balsas se instalou no leito do Rio Madeira em frente à comunidade de Rosarinho, em Autazes, que vive da pesca e da produção de mandioca e banana. Trezentos barcos representam mais de 2 mil pessoas que se acresceram à população local, que tem cerca de 40 mil habitantes.

Cada balsa abriga cerca de 6 a 8 pessoas e funciona como uma verdadeira casa-trabalho para os garimpeiros, com alojamentos, refeitórios, ar-condicionado, internet de satélite, e a draga, que funciona 24 horas por dia, revirando o fundo do rio.

No início do ano, o governador de Rondônia, Marcos Rocha (sem partido) regularizou o garimpo nos rios do estado. Com isso, surgiram tantos garimpeiros que eles foram para o Amazonas, onde a prática ainda é ilegal.


Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe um comentário