MP firma termo para reiniciar saneamento na baía de Guanabara

O Grupo de Atuação Especializada em Meio Ambiente (Gaema) do Ministério Público do Rio de Janeiro, assinou Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o governo do estado para a retomada das obras do Programa de Saneamento Ambiental dos Municípios do Entorno da Baía de Guanabara e do Programa de Despoluição.

O TAC prevê quatro intervenções por parte do Estado do Rio para garantir a expansão do saneamento básico e despoluir as áreas do entorno da baía: Sistema Tronco Coletor Cidade Nova (fase 2), Sistema Tronco Coletor Faria Timbó, Sistema Tronco Coletor Manguinhos e Sistema Tronco Coletor Alcântara.

Após a execução das obras, previstas para 4 anos, 1,5 milhão de pessoas que vivem nas regiões afetadas serão diretamente beneficiadas e 90% dos habitantes da região metropolitana serão indiretamente beneficiados pelas medidas.

No caso da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), a conclusão de um acordo deverá sair nos próximos 60 dias para despoluir a rede coletora do sistema Sarapuí e requalificar a Estação de Tratamento de Esgoto São Gonçalo, entre outras.

Com a assinatura do TAC, o governo estadual se compromete com a destinação de reservas orçamentárias já efetuadas para 2019 no valor de R$ 106 milhões, visando o início do projeto. E de apresentar o planejamento das reservas orçamentárias necessárias para dar prosseguimento às obras, entre os anos de 2020 a 2023.
 

 

Fonte. Agenciabrasil
Foto. Fernando Frazão – Agência Brasi


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *