TV Escola, do MEC, lança série que defende revisionismo histórico

Série é produzida pela produtora Brasil Paralelo conhecida por lançar filmes e livros dedicados a combater ‘ideias esquerdistas’ na história

A Tv Escola, ligada ao Ministério da Educação, lançou na segunda-feira 9 a série Brasil: a última cruzada, que vai abordar a história do Brasil com visão ideológica de direita e conservadora. No primeiro episódio, o autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho foi um dos entrevistados.

Ainda são esperados nomes como José Carlos Sepúlveda, intitulado discípulo de Plínio Corrêa de Oliveira (líder da TFP, a Tradição, Família e Propriedade), o delegado, católico e autor de livros jurídicos Rafael Vitola, o licenciado em história Thomas Giulliano Ferreira dos Santos, que escreveu um livro em que critica Paulo Freire, e o analista político Percival Puggina, também conservador e religioso.

Na série, a história é narrada de forma a engrandecer o papel da Igreja Católica e da fé na empreitada de Portugal na chegada ao território que seria o Brasil. O genocídio indígena e a história dos negros escravizados são minimizados. No trailer, a série afirma que “vai revelar a história escondida do Brasil”

A série é produzida pela produtora Brasil Paralelo conhecida por lançar filmes e livros a partir de um revisionismo histórico, dedicado a combater “ideias esquerdistas” na política, história, cultura e educação.

No dia 31 de março deste ano, aniversário do golpe militar, a produtora lançou “1964: O Brasil entre Armas e Livros”, documentário que justifica a derrubada do presidente João Goulart como um movimento de reação à ameaça comunista. A produção foi elogiada pelos filhos do presidente Bolsonaro e incensada em círculos da direita.

O canal da produtora no Youtube era usado pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro quando ele se preparava para a sabatina que antecederia a sua possível ida para a embaixada do Brasil em Washington (EUA).

Segundo a TV Escola, a série faz parte da “variedade de conteúdos que a TV quer oferecer na sua programação”. O programa não tem custo para a emissora.

Fonte. Carta Capital


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *