Detran flagra 52 motoristas alcoolizados e fiscaliza mais de 1.400 veículos em seis dias

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou, entre terça-feira (22) e a madrugada desta segunda-feira (28/10), 52 motoristas dirigindo sob efeito de álcool, no decorrer da operação da Lei Seca, em Manaus. Durante as abordagens, 1.417 veículos foram fiscalizados, sendo 860 carros e 557 motocicletas. Ao todo, foram realizados 775 testes de alcoolemia (bafômetro) no período.

Ao longo dos seis dias, os agentes de trânsito aplicaram 359 multas e recolheram 63 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) e 57 Certificados de Registro de Licenciamento Veicular (CRLV). Ao todo, 91 veículos foram recolhidos ao parqueamento do órgão por irregularidades, sendo 58 carros, 32 motocicletas e um caminhão baú.

No feriado prolongado, a Operação Lei Seca ocorreu por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Detran-AM) e em parceria com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), Polícia Civil e da Agência Reguladora dos serviços Públicos do Amazonas (Arsam), em diversas zonas da capital e da região metropolitana de Manaus, com reforço nas entradas e saídas da cidade.

Quatro pessoas foram apresentadas nos Distritos Integrados de Polícia. Entre sexta (25) e a madrugada do domingo (27/10), três homens foram apresentados no 12° DIP por dirigir alcoolizados, e um deles também por lesão culposa de trânsito. Na noite do domingo, uma mulher foi encaminhada ao 19° DIP por posse de substância entorpecente após flagrande na Avenida do Turismo.

As operações fazem parte da rotina de fiscalização do Detran-AM, determinada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). O objetivo é promover a ordem e bem-estar social no trânsito, além de eventuais autuações quanto ao cometimento de infrações penais. A ação integrada faz parte da estratégia do Sistema de Segurança Pública do Governo do Amazonas para a redução dos índices de criminalidade e ocorrências no trânsito.

O coordenador de operações do Detran-AM, David Fernandes, reforçou que a conscientização da população é um fator determinante para a promoção de um trânsito seguro. “Voltamos a pedir que a população não dirija após ingerir bebida alcoólica e que dirija com atenção, nao utilizando o celular. E que tenha todos os cuidados para que tenhamos um trânsito seguro e de paz”, disse.

Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências.

Infração 
Beber e dirigir é infração gravíssima, com multa prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB) de R$ 2.934,70. O motorista que for flagrado nessas condições responde a processo administrativo, que prevê a suspensão da Carteira Nacional de Habilitação por um ano. Em caso de reincidência em 12 meses, o valor da multa dobra.
Caso o flagrante aponte um nível de álcool no sangue a partir de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, além da punição na esfera administrativa, o condutor responde por crime de trânsito. Nesse caso, a legislação prevê detenção de seis meses a três anos, após instrução do processo na Justiça.


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *