Amazonas Filarmônica apresentará obras de compositores russos

Concerto da Amazonas Filarmônica acontecerá no Teatro Amazonas nesta, quinta-feira (27/6)

Dois momentos da música clássica russa – final do século 19 e meio do século 20 – serão apresentados em um concerto da Amazonas Filarmônica, às 20h desta quinta-feira (27/6), com entrada gratuita no Teatro Amazonas. O repertório reunirá obras de Pyotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893) e Dmitri Shostakovich (1906-1975), com regência do maestro Otávio Simões. O evento é promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a classificação é livre.

As obras escolhidas foram “Francesca da Rimini”, poema sinfônico (1876) de Tchaikovsky, e “Sinfonia nº 5 em ré menor” (1937), de Shostakovich. De acordo com o maestro Otávio Simões, as duas peças têm características marcantes.

“‘Francesca’ é mais um dos poemas sinfônicos baseados na literatura escritos pelo Tchaikovsky, que também fez de ‘Romeu e Julieta’ e outras obras de Shakespeare. Esta obra fala de um personagem da ‘Divina Comédia’, do escritor e poeta italiano Dante Alighieri. No poema, Francesca se encontra no segundo círculo do inferno, condenada pelo pecado da luxúria e sendo atacada por ventos fortes”, comenta o maestro.

Simões explica que Tchaikovsky tenta traduzir o ambiente do poema em “Francesca da Rimini”. “Logo no começo, a orquestra imita sons sombrios, como se estivéssemos em uma caminhada pelos bosques do inferno. Naquela época imaginava-se o inferno como um lugar gelado, então a música segue esta referência. Há também um momento bastante lírico no momento em que Francesca conta a sua história. É preciso uma orquestra de alta qualidade para realizar esta obra”, pontua.

O poema sinfônico de Tchaikovsky abrirá o concerto e tem duração de 25 minutos. Em seguida, a Amazonas Filarmônica apresentará a “Sinfonia nº 5”, obra famosa de Shostakovich. Simões destaca que o compositor russo viveu durante o regime soviético, que teve forte influência no criador da ópera “Lady Macbeth do Distrito de Mtsensk”.

“Após a ‘Sinfonia nº 4’ e ‘Lady Macbeth’, o governo soviético ficou insatisfeito com suas obras, por serem muito arrojadas. Eles queriam algo mais acessível. Então, Shostakovich trabalhou, ainda dentro de sua linguagem, para criar a Sinfonia nº 5, que é muito mais acessível, mas ainda assim muito bela. Dentre suas 15 sinfonias, a de nº 5 é a mais famosa”, afirma o maestro.

Com obras de renome no repertório orquestral, a Amazonas Filarmônica poderá mostrar o virtuosismo da orquestra e de seus integrantes, segundo Otávio Simões. “São obras de difícil execução, que também contam com solos de instrumentos de sopro e percussão, e exigem músicos de habilidade. É uma apresentação para os fãs da música e para aqueles que querem conhecer obras clássicas. São todos bem-vindos”.

 

 

 

 

Fonte. Ascom – SEC
Foto. Divulgação


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *