Com 5 títulos na Sapucaí, artista de Parintins pode faturar mais um triunfo
Artista Kenedy Prata - Unidos da Unidos

Com 5 títulos na Sapucaí, artista de Parintins pode faturar mais um triunfo

Com mais de 10 carnavais no currículo o artista de Parintins Kenedy Prata Moraes concorre em 2019 ao seu sexto título carioca do desfile do grupo especial, pela escola de samba Unidos da Tijuca. Apesar dos seus 33 anos de idade Kenedy estreou na Sapucaí em 2006, pela escola de samba Vila Isabel. A época, o especialista na área da pintura de carros alegóricos fez da sua capacidade de inovar o trunfo que consolidou sua trajetória no grande espetáculo do Rio de Janeiro.

Aprimorando o resultado do seu trabalho com um tinta especial fosforescente, Kenedy ganhou notoriedade ao longo dos anos defendendo a Beija-flor de Nilópolis e conquistou títulos sob a confiança do carnavalesco Laila. Em 2019 assumiram juntos o desafio de participar da concepção do desfile da escola de samba Unidos da Tijuca.

“Temos o sentimento de dar orgulho para a nossa cidade de Parintins. É muito gratificante ao participar do carnaval com o nosso trabalho e sabermos que nosso trabalho é também valorizado aqui neste grande evento”, declarou Kenedy.
Coordenando a equipe que desenvolveu os trabalhos de pintura e execução das esculturas e dos movimentos dos 5 carros alegóricos da escola, o parintinense ajudou a tetracampeã a contar na avenida o enredo que retrata a história da humanidade através do ‘Pão Nosso de Cada Dia’.

“Tem escola que ela não costuma colocar movimento nos seus carros. Quando você observa no barracão ou mesmo na Sapucaí é uma coisa estática. Com o mestre Laila aprendemos muito sobre organização de uma escola no barracão e na avenida além de termos a liberdade para inovar na criação dos movimentos dos carros o que dá uma nova vida às alegorias”, avaliou o artista.
Seu encontro com a equipe do portaldonorte.com foi através das lentes do jornalista Robson Maia. Fotografado em plena avenida Presidente Vargas, no centro do Rio, Kenedy ajustava os últimos detalhes dos carros alegóricos no setor de armação, antes de começar os desfiles das escolas.

“De todos os carros alegóricos que levamos para a avenida o que mais me identifiquei foi o Cristo. Ele tem 14,5 metros de altura, proporções idênticas as alegorias de Parintins. Neste momento comando uma equipe de 8 pessoas e ao entrarmos na Sapucaí nosso grupo de trabalho aumenta para 32 profissionais atuando nos movimentos dos carros alegóricos”, definiu o coordenador.

De Parintins para o mundo ver
Pai de uma menina de 03 e um menino de 12 anos que estão em Parintins, o artista estudou no colégio GM3 Tomazinho Meireles. Natural do bairro Santa Rita de Cássia aonde se encontra o curral (área de ensaios) Zeca Chibelão, Kenedy iniciou sua trajetória de forma autodidata até passar na sua adolescência pelo aprendizado da escola de artes do Caprichoso.

O amadurecimento como artista aconteceu nos vários anos de atuação no QG da Agremiação Folclórica Boi Bumbá Caprichoso aonde aprimorou suas habilidades técnicas. Seu talento o levou à Marquês de Sapucaí.

“O ano que o meu talento firmou em Parintins foi em 2016. Após trabalhar vários anos no carnaval do Rio, lá no festival reconheceram a minha capacidade e então recebi o primeiro convite (Garantido) para desenvolver uma alegoria para o ‘ritual’ que é o momento mais importante da apresentação dos bois na Arena. Este reconhecimento como artista foi o carnaval quem proporcionou”, reconheceu Kenedy.

Após seis meses de um intenso trabalho em solo carioca, o artista aguarda o resultado da apuração das escolas de samba do grupo especial que define o desfile das campeãs no próximo sábado (09/3) para retornar à família que o aguarda em Parintins.

 

 

 

Fonte. Cléber Maia – portaldonorte.com
Fotos. Robson Maia – Eng2 Filmes e Comunicação / Richard Santos – Ascom Riotur


Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta