Rebelião resulta em 15 mortos no Complexo Anísio Jobim

Mortes deste domingo (26/5) aconteceram no presídio em Manaus

No final da tarde deste domingo (26) o secretário de Administração Penitenciária, Coronel Marcos Vinicius Almeida, anunciou em entrevista coletiva no CICC, localizado na Avenida André Araujo, Aleixo, os nomes dos 15 detentos mortos durante rebelião em dois pavilhões do Complexo Penitenciário Anísio Jobim, na capital do Amazonas.

Uma disputa entre facções rivais dentro de dois pavilhões resultou em diversas mortes de detentos do regime fechado, na manhã deste domingo (26/5), na cidade de Manaus. A rebelião aconteceu no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), mesmo presídio que aconteceu o massacre de 56 detentos, no dia primeiro de janeiro de 2017.

Nomes:
Natan Serrão Pereira
Francisco de Assis Marcelo da Silva
Leonardo Queiroz Campelo
Hiel Lucas Miranda Silva
Pedro Paulo Xavier
Rodrigo Oliveira Pimentel
Fernando dos Santos Ferreira
Erick Wesley Martins Mendes
Naelson Picanço de Oliveira
Igor Peres de Oliveira
Elison de Oliveira Pena
Edney Sandro Sabóia de Vasconcelos
Cleison Silva do Nascimento
Antônio Xavier da Silva Camargo Filho
Ancelmo Pereira dos Santos
10 pavilhão 05
05 pavilhão 03

Massacre

Em 1º dia de janeiro de 2017, o Amazonas registrou um massacre de presidiários e fuga em massa após rebelião no Compaj. Muitos dos internos foram esquartejados. A motivação para a rebelião foi desencadeada pela guerra entre facções rivais e em protesto contra a superlotação.

O massacre resultou na morte de 56 detentos, além da fuga de 130. Aproximadamente 200 detentos respondem na Justiça pela barbárie cometida no primeiro dia do ano de 2017, no maior presídio do Amazonas.

 

 

 

 

Fonte. Redação portaldonorte.com

 

 


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *