Wilson Lima participa da 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan-Amazônia

Governador do Amazonas está em Roma e presenciou missa de encerramento do Sínodo, na Basílica de São Pedro, com a participação de indígenas amazonenses, movimentos sociais e instituições que lutam em defesa da Amazônia

O governador Wilson Lima, que está em Roma para a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan-Amazônia, participou neste domingo (27/10) da missa de encerramento da Assembleia Especial do Sínodo para a Pan-Amazônia, presidida pelo papa Francisco, na Basílica de São Pedro, no Vaticano. “Foi uma celebração emocionante. O papa falou do amor ao outro e citou a Amazônia e as discussões no Sínodo algumas vezes durante a homilia. O Sínodo dos bispos termina e amanhã nós vamos ter a 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan-Amazônia e o que vamos defender aqui é algo alinhado com o que pensam os bispos e a Igreja”, disse Wilson Lima.

Durante a missa o papa destacou que, no Sínodo, foram escutadas as vozes dos pobres e que houve uma reflexão sobre a precariedade da vida deles, ameaçadas por modelos de desenvolvimento predatórios.

“Vimos isso no Sínodo quando falamos sobre a exploração da criação, das pessoas, dos habitantes da Amazônia, do tráfico de pessoas e do comércio de pessoas! Os erros do passado não foram suficientes para deixarmos de saquear os outros e causar ferimentos aos nossos irmãos e à nossa irmã terra: vimos isso no rosto desfigurado da Amazônia”, disse o papa Francisco.

Reunião
Wilson Lima ainda se reuniu com dom Cláudio Hummes, relator geral do Sínodo da Amazônia, com o chanceler da Academia de Ciências do Vaticano, Marcelo Sánchez Sorondo, e com o presidente da Fundação Amazonas Sustentável, Virgílio Viana.

Eles trataram da realização da 1ª Cúpula dos Governadores dos Estados da Pan-Amazônia e da importância das discussões para o futuro da região amazônica. Além disso, Wilson Lima destacou o posicionamento do Amazonas contra qualquer tipo de atividade ilegal praticada e defendeu a necessidade de promover a dignidade humana no processo de desenvolvimento sustentável.

“O Amazonas tem bons exemplos de práticas de desenvolvimento sustentável, mas ele ainda caminha a conta gotas e o que nós queremos é mostrar um posicionamento efetivo nesse sentido”, afirmou Wilson Lima.

Sínodo
A missa na Basílica de São Pedro encerrou as três semanas de assembleia do Sínodo e contou com a participação de indígenas amazonenses, da etnia Apurinã do rio Purus, de São Gabriel da Cachoeira, e também de Maués, além de movimentos sociais e instituições que lutam em defesa da Amazônia. No sábado (26/07) foi divulgado um documento de 33 páginas com propostas como a criação de uma área para tratar da questão socioambiental dentro do Vaticano.

O Sínodo da Amazônia reúne 185 padres, sendo 57 brasileiros. Além dos bispos, há convidados de outros países, de congregações religiosas, outras comunidades cristãs, da população e especialistas. Os convocados têm a função de debater e de fornecer material para que o Papa dê diretrizes ao clero, expressas em um documento chamado exortação apostólica.

“A decisão do Papa de criar uma área específica sobre a Amazônia e as questões socioambientais nos deixou muito felizes. Essa discussão precisa envolver todos. A igreja já faz um trabalho muito especial na Amazônia, muitas vezes de assistência social e nós reconhecemos o quanto isso é importante”, avaliou Wilson Lima.

Cúpula
A Primeira Cúpula de Governadores da Pan-Amazônia reunirá no Vaticano, nesta segunda-feira , dia 28 de outubro, chefes do Poder Executivo de Estados subnacionais de nove países que compõem o território amazônico. O evento é uma iniciativa conjunta da Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano e governadores da Amazônia brasileira, representantes do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal.

A reunião na Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano será realizada das 9h às 19h e tem como tema: Caminhos e Compromissos para o Desenvolvimento Sustentável da Amazônia. A Cúpula de Governadores pretende ampliar o diálogo entre os governos subnacionais amazônicos e a comunidade internacional, no contexto da crise climática e do enorme desafio que o cenário atual representa para as sociedades e governos amazônicos.

Os governadores da Pan-Amazônia terão a oportunidade de apresentar propostas à Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano e levar ao conhecimento do papa Francisco, seus compromissos com o desenvolvimento sustentável da Amazônia, tendo como marco conceitual, a Enclíclica Laudato Si, os resultados do Sínodo e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU (ODS).

A partir da Cúpula de Governadores, os Estados amazônicos pretendem discutir com a comunidade internacional, soluções e mecanismos de financiamento inovadores para implementar políticas, programas e projetos estratégicos para o efetivo desenvolvimento sustentável da Amazônia, especialmente voltados a uma economia de baixas emissões.

Além do governador Wilson Lima, estão confirmados na cúpula: Waldez Góes, do Amapá e presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal; Helder Barbalho, governador do Pará, e Flávio Dino, governador do Maranhão.

O governador do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste, também participa como convidado da cúpula no Vaticano, além de governadores de Estados subnacionais da Bolívia, Colômbia, Peru e Equador.

Fonte. Secom-AM
Fotos. Diego Peres -Secom-AM / Ascom Vaticano


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *