Situação de emergência na saúde Pública é decretada no Amazonas

Wilson Lima anunciou a suspensão das aulas nas escolas da rede estadual de ensino da capital.

O decreto, com vigência de 120 dias, determina novas medidas adotadas pelo Governo do Estado para fortalecer o trabalho de prevenção e controle do novo coronavírus (Covid-19), já iniciado no Amazonas.

Em pronunciamento nas redes sociais, em que respondeu questionamentos dos jornalistas e outros internautas, Wilson Lima anunciou a suspensão das aulas nas escolas da rede estadual de ensino da capital; além do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI).

“Ficam suspensas as atividades letivas na capital por 15 dias. Conversei com o Luís Fabian, da Secretaria de Educação e Desporto do Amazonas, para que encontremos outra maneira de fazer com que essas aulas sejam ministradas para estes alunos, através, por exemplo, do nosso Centro de Mídias e também da TV Encontro das Águas. Essa determinação, tanto para as escolas quanto para o Cetam, UEA e FUnATI, recomendamos também às escolas particulares, que façam o mesmo”, sugeriu o governador.

A suspensão nas escolas estaduais no interior não foi decretada, mas a situação será avaliada, conforme a necessidade.

Avatar