Jornalista Guilherme Aluízio morreu em SP aos 82 anos, nesta segunda (3/6).

Destaques

Governo do Amazonas enviou condolências aos familiares, amigos, funcionários e companheiros de trabalho neste momento de dor e luto.Durante quatro meses o jornalista Guilherme Aluízio, presidente do Jornal do Commércio esteve internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo. O velório acontece (4/6) no salão nobre do Palácio Rio Negro, em Manaus.

Guilherme Aluízio de Oliveira Silva, 82, era presidente do grupo Jornal do Commercio, que inclui a Rádio Baré, há 35 anos.

Segundo matéria do Jornal do Commercio, o jornalista reposicionou o jornal com foco na defesa do desenvolvimento do Amazonas, através do incentivo ao setor produtivo do Estado. Em 1998, o jornal passou a ser segmentado nas áreas de economia, política e entretenimento.
Guilherme Aluízio foi presidente do Sindicato das Empresas Jornalísticas do Estado do Amazonas (Sineja) sendo destacada sua atuação sempre diplomática tanto com os dirigentes empresariais como com a representação dos trabalhadores.

Em 2017, Aluízio foi homenageado pela Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) por sua contribuição em divulgar as atividades da indústria no Estado, além de incentivar o modelo econômico para o desenvolvimento da região. Na oportunidade, o empresário ressaltou que o Jornal do Commercio é um segmento integrante da força em defesa da indústria e do comércio amazonense.

Seu legado para o Amazonas vai além dos 35 anos de contribuição ao desenvolvimento regional através de sua empresa de comunicação.

O enterro será no cemitério São João Batista com data prevista para esta terça-feira (4).

Fonte. acrítica.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *