Observatório. STF ou bom senso do ‘Mito’?

Destaques

Bolsonaro retira incentivos do polo de concentrados.

A pergunta é:

O ‘Mito’ (Presidente Jair Bolsonaro), tem olhado com carinho para zona franca de Manaus ou respeitado quem vive aqui?

Trocando em Miúdos:

Com o decreto publicado hoje, o governo federal deixa o polo de concentrados da Zona Franca de Manaus no ‘corredor da morte’ em razão da alíquota do IPI dos concentrados.
Jair Bolsonaro definiu através de decreto elevar a alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de 4% para 8%. Só que com prazo de validade: de 1º de junho a 30 de novembro de 2020. Depois de novembro as indústrias de refrigerantes que estão capital do Amazonas podem deixar a cidade pois vão perder a competitividade.
O polo de concentrados tem ligação direta com Maués, a terra do guaraná ou seja, isso vai impactar o interior do Estado.

Além dos nossos olhos:

Isso significa também insegurança jurídica para a Zona Franca de Manaus. Empresários que tem interesse em investir no PIM podem entender que isso é um sinal para eles não trazem suas empresas para a cidade, afinal os incentivos estão sendo retirados.