Conselho de Administração promove fórum e Movimento de Combate à Corrupção lança Comitê permanente no Amazonas

O coordenador nacional do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral – MCCE, advogado Luciano Caparroz Pereira Santos, será palestrante no 3º Fórum Amazonense de Profissionais de Gestão Pública, promovido pelo Conselho Regional de Administração do Amazonas – CRA/Am. O evento acontecerá nesta terça-feira, 30/04, às 14h, no auditório da Reitoria da Universidade Estadual do Amazonas – UEA, avenida Djalma Batista, 3578, zona centro-sul de Manaus.

Durante as atividades do fórum, será realizado o lançamento do Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois Eleitoral, entidade da sociedade civil, com objetivo de promover conscientização política, fiscalizar, propor e denunciar irregularidades na administração pública do Amazonas e do País, além dos crimes eleitorais. A partir deste ano, de acordo com a coordenação, o comitê atuará de forma permanente.

O advogado Luciano Santos realizará a palestra sobre a “Tecnologia e a Transparência na Gestão Pública”. Em seu histórico de luta social e de sua atuação à frente do MCCE, Santos contribuiu para a conquista do último Prêmio Innovare na categoria Justiça e Cidadania. O Movimento venceu a premiação concorrendo com a plataforma “Voto Legal”, que viabilizou eletronicamente o financiamento de campanhas eleitorais nas eleições de 2016 e 2018, ao buscar o engajamento social nas eleições por meio de doações de pessoas físicas a candidaturas, aliando transparência e tecnologia de ponta.

Histórico

O MCCE é composto por mais de 60 entidades nacionais, como a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, Conselhos Federais de Administração, Contabilidade, Associações de Juízes e de promotores, além de dezenas de sindicatos, juristas e militantes sociais em todo o país.

Esse movimento é responsável pela elaboração de leis de iniciativas populares, como a Lei complementar 135/2010, conhecida como a Lei da Ficha Limpa, obteve apoio da sociedade brasileira, processo no qual foram coletadas 1.604.815 de assinaturas. A Lei 9840/99 (“Lei Contra a Compra de Votos”), promulgada em 1999, com o apoio da população brasileira, coletou 1.039.175 assinaturas. Hoje é um instrumento eficaz no combater a compra de votos e o uso eleitoral da máquina administrativa no país.

Serviço

Evento: 3° Fórum Amazonense de Profissionais de Gestão Pública e Lançamento do Comitê AM de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois Eleitoral
Data: 30 de abril /14h às 19h
Local: Auditório da Reitoria da UEA (Avenida Djalma Batista, 3.578)

Fonte. Ascom Comitê do Amazonas de Combate à Corrupção e ao Caixa Dois Eleitoral


Redação Portal do Norte

Redação Portal do Norte

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..
Redação Portal do Norte

 

Manaus, Amazonas, Amazônia, Brasil, Comunicação, Imprensa, Notícias..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *