A farsa revelada e a ficha caindo

LUCIANO EVERTON

Na “república de Curitiba” os atos de fingimento, de dissimulação e de falsidade estão se tornando explícitos. Em outras palavras, a hipocrisia está sendo revelada. Comecemos por Deltan Dallagnol. Este que se dizia lutar contra as prescrições das punições, elemento que para ele gerava impunidade, argumentou ao STF, no dia 17 de agosto, que a presumível punição dele (no processo do CNMP relacionado ao PowerPoint, em 2016) já estava prescrita. Ou seja, para Dallagnol a luta contra as prescrições das punições só vale ser defendida se for direcionada para seus adversários políticos (políticos porque está mais do que comprovado que a Lava Jato foi uma operação política). Para ele e seus iguais não, podendo até ser solicitada como um instrumento jurídico, como o fez ao STF.

(mais…)

0 Comentários