A Amazônia arde em chamas

LUCIANO EVERTON

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) divulgou no mês de agosto do corrente um dado bastante preocupante: o desmatamento da Amazônia, entre agosto de 2019 e julho de 2020, aumentou em 33% em comparação ao mesmo período anterior. O fogo está consumindo o coração da maior floresta tropical do mundo e, consequentemente, está queimando não somente a sua riqueza natural, sua biodiversidade reconhecida nacional e internacionalmente, mas também colocando em risco as populações tradicionais – os povos indígenas e seus descendentes, quilombolas e outros – que historicamente reproduzem a sua existência no contato e na relação com os rios e a floresta.

(mais…)

0 Comentários