A farsa revelada e a ficha caindo

LUCIANO EVERTON

Na “república de Curitiba” os atos de fingimento, de dissimulação e de falsidade estão se tornando explícitos. Em outras palavras, a hipocrisia está sendo revelada. Comecemos por Deltan Dallagnol. Este que se dizia lutar contra as prescrições das punições, elemento que para ele gerava impunidade, argumentou ao STF, no dia 17 de agosto, que a presumível punição dele (no processo do CNMP relacionado ao PowerPoint, em 2016) já estava prescrita. Ou seja, para Dallagnol a luta contra as prescrições das punições só vale ser defendida se for direcionada para seus adversários políticos (políticos porque está mais do que comprovado que a Lava Jato foi uma operação política). Para ele e seus iguais não, podendo até ser solicitada como um instrumento jurídico, como o fez ao STF.

(mais…)

0 Comentários

STF acolhe pedido da defesa e suspende transferência de Lula para presídio paulista

Por maioria, ministros decidiram pela permanência do ex-presidente na superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR).

Por maioria de votos, o Plenário do Supremo Tribunal Federal decidiu, nesta quarta-feira (7), suspender a eficácia da decisão proferida pelo Juízo da 12ª Vara Federal Criminal de Curitiba e pela Vara de Execução Penal (VEP) de São Paulo para transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Pela decisão da Justiça Federal, o ex-presidente seria transferido para São Paulo. Com isso, apesar de negar o pedido de liberdade solicitado pela defesa, foi assegurado ao ex-presidente Lula o direito de permanecer em Curitiba (PR) e em Sala de Estado Maior. (mais…)

0 Comentários

Em entrevista, Lula faz críticas e segue vivo no cenário político do país

Após decisão do STF, que autorizou o EL PAÍS e a Folha de São Paulo, veículos de comunicação de abrangência nacional e internacional, a realizar a entrevista com o ex-presidente Lula, ouviram as críticas aos adversários feitas pelo líder petista e as evidências de que segue vivo no cenário político do país.

Ainda indignado com o tratamento injusto dado pelo atual ministro Sérgio Moro, da Justiça, ele foi enfático: “Fico preso cem anos. Mas não troco minha dignidade pela minha liberdade”. O ex-presidente Lula falou com exclusividade ao EL PAÍS e à Folha de SP, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, na manhã desta sexta-feira, 26/04. (mais…)

0 Comentários